Saudade

Saudade

In memoriam a uma amiga querida.

 

Saudade

 

Saudade…

É um elo confuso

Em tempo difuso

Entre o antes e o agora

 

Saudade…

É o sentido que aflora

Sem ter dia nem hora

Sem quê nem porquê

 

Saudade…

É a presença constante

Que nos leva ao instante

Que queremos reter

 

Saudade…

É um ser alado

Presente do passado

Pela vida afora

 

Luzia M. Cardoso

https://evivendoquesevive.blogspot.com/2014/06/saudade.html

O que você achou desse texto?

Clique nas estrelas para classificar

Media de classificações / 5. Quantidade de classificações:

Luzia

RJ e gosto de Manuel Bandeira.

Deixe um comentário

avatar
Fechar Menu
×
×

Carrinho

%d blogueiros gostam disto: