LIBERDADE

LIBERDADE

5
(2)

Procure liberdade como uma fábrica

Feito crianças que estão plantando flores

Nas imagens mais puras do nosso pensamento

Quando poderia tentar tocar alguem

E tantas vezes tive formas imperfeitas

Agora tenho deuses tenho mais alguem

Anjos secos e estátuas de pó,que assistem da parede minha morte juvenil

As cores mais perfeitas se foram com a chuva 

E a chuva troxe tudo que perdemos

As mãos não tecem a pele rude do coitado

As mãos constroem é um coração pra morte nua

As cinzas de um mundo tão materialista

Fazem flores crescer mesmo com a escuridão

Sobrevivem como a minha rebeldia

Morrem como plantas em uma fabrica

O que você achou desse texto?

Clique nas estrelas para classificar

Media de classificações 5 / 5. Quantidade de classificações: 2

Nenhuma classificação ainda. Seja o primeiro!

Deixe uma resposta