Gustavo Dourado

Escritor Gustavo Dourado

Gustavo Dourado, baiano de Recife dos Cardosos – Ibititá. Presidente da Academia Taguatinguense de Letras, autor de 16 livros e centenas de histórias em cordel. Recebeu o título de Mestre da Cultura em edital nacional do Ministério da Cultura, sendo agraciado com o Prêmio Nacional Cultura Populares 2018. Recebeu o título de Presidente Emérito do Sindescritores pelo trabalho desenvolvido à frente do Sindicato dos Escritores – 1996/2004, onde realizou o Fórum dos Escritores, o Encontro com a Palavra, a Poesia nos Ônibus, a Estante do Escritor do DF, Escritores na Escola, Almoço com o Escritor e centenas de lançamentos de Livros. 

Foi um dos fundadores da Feira do Livro e da Bienal do Livro em Brasília e Coordenador de Literatura da Secretaria de Cultura do Distrito Federal – 1995/1998,  onde desenvolveu dezenas de projetos.

Prêmios e Menções

prêmio embaixador da paz gustavo dourado

Diploma de Embaixador da Paz

Diploma de membro do Círculo Universal dos embaixadores da Paz, por entidade com sedes em Paris e em Genebra.

Medalha Prêmio “Referência nacional” pela atuação cultural e presidência da ATL

Prêmio Referência Nacional

Medalha Prêmio “Referência nacional” pela atuação cultural e presidência da ATL

prêmio culturas populares 2018 gustavo dourado

Prêmio Nacional Culturas Populares

Prêmio do Ministério da Cultura pelo conjunto da sua obra, sendo reconhecido como Mestre da Cultura Popular".

Entrevistas

BOM DIA DF | 28/12/2018

PAPO SUPREN | 10/12/2018

NO SOFÁ AMARELO | 10/10/2017

LANÇAMENTO

CORDELOS: CORDÉIS BIOGRÁFICOS

Gustavo Dourado narra uma história da literatura da língua portuguesa em cordel fluente e arrebatado.

Homenageia em Cordelos os grandes escritores e escritoras que ofereceram a dádiva de seus talentos no altar da santa arte da palavra.

Márcio Catunda

BIBLIOGRAFIA

  • Cordelos - 2018. Dourado Editores, Brasília-DF
  • Brasília 5.0 - 2010. Art Letras.
  • Phalábora -1997. Valci Gráfica Editora, Brasília-DF
  • Cordel do Corno - 1990. Da Anta Casa e Editora, Brasília-DF
  • Linguátomo - 1991. Brindouro Edições. Taguatinga-DF
  • Espejos de La Palabra/ Espelhos da Palavra.1999. Sindescritores/Sur Editores, Brasília / Montevidéu.
  • Carmo Bernardes Imortal (versos de Amargedom).1996. Kelps Editora, Goiânia-GO
  • Tupynambarbarie.1984/1987. Org. Márcia Macedo, Brasília/Rio de Janeiro, Yônix Editora
  • Cordel - Torquato Neto - 1990 - Secretaria de Cultura, Brasília-DF.
  • Coletivo de Poetas( Participação)- 1997/1998.Org. José Menezes Y Moraes,Brasília-DF
  • Brasília: Vida em Poesia ( Participação)- 1996. Org. Ronaldo Alves, Brasília-DF
  • Autores em Braille ( Participação) - 2001. Org. Dalila Pereira/ Dinorá Couto,Brasília-DF
  • Dicionário de Escritores de Brasília ( Verbete), de Napoleão Valadares
  • Enciclopédia da Literatura Brasileira - Equipe Afrânio Coutinho/Rita Moutinho.( Verbete), Brasília-DF
  • Transformação - UnB - 1981, Brasília-DF
  • Coral da UnB - Cordel - 1981, Brasília-DF
  • 6 posters e 6 postais de Poesia - Edição do Autor - 1980/2001, Brasília-DF
  • 2 Adesivos Poéticos - 1983 - Brindarte - Lançamento no Restaurante Beirute - Brasília-DF
  • Catálogo de Escritores Brasilienses( Verbete) - Governo do Distrito Federal, Brasília-DF
  • Poesia de Brasília, Org. Joanyr de Oliveira ( Participação), Brasília-DF
  • Cordel da Criatividade - 1986 - Hmal - Equipos - Rede Sarah, Brasília-DF
  • Cordel da Castração (AIDS) 1989/1990 - Revista Víbora, Brasília-DF
  • Guima Rosa - Revista Bric - a - Brac- 1992, Brasília-DF
  • Pesquisa do Filme Castro Alves - Retrato de um Poeta, de Sílvio Tendler, Prêmio Margarida de Prata, da CNBB.
  • Participação Poética/Entrevistas em Filmes e Vídeos de Maria Coeli, Márcia Macedo, Reginaldo Gontijo, Maria Maia, Vladimir Carvalho, George Jesus Duarte, UnB, Universidade Católica de Brasília, Grupo HUNDREDONE, Net, TV Mundial, Secretaria de Cultura do DF,Tva, Rede Globo, Tv Brasília, Tv Bandeirantes, Tv Câmara, GDF -TV, CLDF-TV, TV Apoio, Globo News, TV Nacional, TV Cultura,TV Gazeta, Fundação Bem-Te-Vi (de Tânia Quaresma), Ensaios Fotográficos, Querubins em Emergência/Visuaisônicos ( com Márcia Macedo, entre outros).

Academia de Taguatinguense de Letras

Galeria de fotos Gustavo Dourado Cordel Poeta

A Academia Taguatinguense de Letras completa 33 anos no dia 9 de abril, faz um trabalho de inclusão social e cultural com deficientes visuais, deficientes físicos, mulheres, negros, presidiários, autores marginalizados, minorias, Lgbt, entre outros. 

Mantém duas bibliotecas especializadas com grande acervo de livros e publicaçőes diversas de autores do DF e entorno e de toda a região Centro-Oeste e outras, do acervo consta uma coleção de mais de 7 mil livros e documentos editados na região, inclusive livros fora do mercado, de autores alternativos e independentes. 

TEXTOS PUBLICADOS NO CANTO

ÚLTIMOS TEXTOS

Cordel para João Gilberto

João Gilberto Pereira de Oliveira Artista e compositor 88 anos de vida Foi um vate criador Um dos pais da ...
Leia Mais

Cordel do São João

São João, arrasta-pé Forró, fogueira, baião Xote, xaxado, quadrilhas Foguetes, bombas, balão Caruaru-Campina Grande São João bom é no Sertão ...
Leia Mais

Brasilíngua Por Tu Guesa

Viva a Língua Portuguesa: Que Pessoa Camoniana… Na Alquimia de Machado: Vai mui além da lusitana… Cora Ceci Lia Clariceia: ...
Leia Mais
brasília em cordel literatura canto do escritor gustavo dourado

Brasília em Cordel

A Capital da Esperança Tornou-se realidade De um sonho de Dom Bosco À grandiosa cidade Por Juscelino construída Dia a ...
Leia Mais
imagem de água rio plantas cordel da água gustavo dourado canto do escritor

Cordel da Água

Participação no programa Feira Livre Nacional, 03/2019 A água em movimentoA nossa água de beberÁgua cristalina na fonteO amorágua faz ...
Leia Mais
foto de gustavo dourado com sua mãe cordel da mãe

Cordel da Mãe

Mãe é sol da liberdade Fraternidade, dharmonia É Poesia à flor da pele Majestade em sinfonia Multiverso aqui na Terra ...
Leia Mais

Galeria de Imagens

Fechar Menu
×
×

Carrinho