Adeus…

Adeus…

 

Palavrinha tão pequena e tão forte… Ela muda rumo de vidas, de caminhos a serem tomados de visão sobre a vida…

 Faz repensar sobre valores e muda ate as cores, de repente o azul do céu se torna cinza e o sol que parecia sorrir é tão somente um clarão inconveniente aos olhos cheios de lágrimas e nada é tão belo como um dia foi…

Uma dor solitária e única porque mesmo que se tente se colocar no lugar do outro isso nunca será possível,

pois cada um sente a sua dor e sua intensidade incomparavelmente…

Saber que chegou a hora de ver aquele rosto pela ultima vez, a ultima vez que ira ouvir aquela voz, que não, mas ira sentir o aconchego daquele abraço… Foi assim num dia de sol lindo que você se foi… E os dias já não são, mas lindos como antes  são simplesmente dias que se vão seguindo o tal ciclo da vida…

Agarrei-me a força  que me impôs ao me colocar ao seu lado como alguém capaz de ouvir seus últimos conselhos e aquela que poderia segurar suas mãos pela ultima vez…

Eu de suas seis Marias a menor não só no tamanho, mas aquela que nunca se destacou em nenhuma decisão ou atitudes inesperadas sempre contidas olhos atentos e de poucas palavras a mim deu a missão de estar ao seu lado…

Ao sair daquele quarto eu sabia que não, mas voltaria te ver, pedi a Deus que pudéssemos trocar de lugar, mas esse pedido era uma afronta a tudo que me ensinou um filho não pode ir antes do seu pai…

Lembro-me dos teus olhos, eles já não tinham, mas o brilho de antes e suas mãos já não estavam tão quentes como sempre foram… No meu coração eu disse que poderia descansar porque minha voz jamais confessaria que tinha chegado a hora de dizer adeus…

Tenho tentado ser  forte como a ti pareci ser…mas confesso esta bem difícil, as vezes eu queria tão somente ser aquela criança que ao primeiro sinal de perigo corria pra sentar no seu colo e em seus braços dormia…

Rezo aos céus que venha me visitar ainda que num sonho onde eu posso te abraçar te ouvir te olhar… Sendo um sonho eu não preciso dizer adeus, posso dizer  ate breve, pois dizer adeus dói demais…

O que você achou desse texto?

Clique nas estrelas para classificar

Media de classificações / 5. Quantidade de classificações:

Deixe um comentário

avatar
Fechar Menu
×
×

Carrinho

%d blogueiros gostam disto: