A Reforma da Previdência Social

A Reforma da Previdência Social

 

Reforma da Previdência Social

(Poesia de Cordel)

 

Vejo muita insistência,

Esforço descomunal,

Dos que querem reformar

Previdência Social.

É assunto preferido

Da imprensa nacional.

 

Dizem que a Previdência

O futuro não sustenta;

Falam que o gasto é tanto

Que o erário não aguenta;

Que o jovem que trabalha

Banca quem se aposenta.

 

Dizem que a Previdência

Promove desigualdade;

Que quem tem menor salário

Paga excentricidade

Daqueles cujos proventos

Geram rentabilidade.

 

E repetem todo dia

Essa mesma historinha.

Tamanha enrolação

Muita gente aporrinha

E acaba promovendo

O medo em quem não tinha.

 

Mas, é muito interessante

Ver banqueiros, empresários,

Donos de agronegócios,

Os grandes proprietários

Se mostrarem preocupados

Co’a velhice d’operário.

 

Muitos desses empresários

Se mantém inadimplentes

Para com a Previdência.

Caloteiros reincidentes!

O que deviam pagar,

Enrolam, deixam pendentes.

 

São centenas de bilhões

Somados, que empresários

Vão devendo à Previdência.

Mas jogam aos operários

O ônus desse calote,

Como se seus legatários.

 

Discurso muito hipócrita,

Omitindo d’onde vem

A grana da Previdência.

E vão muito mais além,

Jogando num só balaio

Tudo o que lhes convém:

 

As aposentadorias

Juntam com o BPC¹

E com a Bolsa Família²,

Confundindo pra valer.

Falam que o gasto é alto,

Que reforma tem que haver.

 

Ainda te fazem crer

Que a fonte é uma só,

Que cabe ao trabalhador

Em pingo d’água dar nó,

Viver a vida presente

Amarga feito jiló.

 

Vamos às informações

Sobre o financiamento.

Previdência Social:

Para o teu discernimento,

Tem no trabalho formal

O maior faturamento.

 

O desconto é compulsório,

Oito a onze por cento

E todo trabalhador,

Com ou sem consentimento,

Do salário é descontado

Pro futuro provimento.

 

E todo empregador

Teria que repassar

Uns certos vinte por cento

Dos salários que pagar.

Sejam contratos diretos

Ou de quem terceirizar.

 

E a parte do Estado

Vem de todos os tributos

Pagos sobre os serviços,

E também sobre produtos,

Que viram mercadorias

Dado aos seus atributos.

 

Tem direito à Previdência

Quem cumpre com o critério

De sempre contribuir.

E não há nenhum mistério!

Contribuição mensal

É sempre um papo sério.

 

Será, pela Previdência,

Trabalhador segurado,

Podendo usufruir

Do que’a ele é destinado.

Para se aposentar

No tempo determinado:

 

Pro trabalhador urbano

Aposentar por idade:

Se homem, sessenta e cinco,

Para viabilidade;

Se mulher, serão sessenta,

Dada a singularidade.

 

Se trabalhador rural:

Homem, tem que ter sessenta;

Mulher, com cinquenta e cinco,

Ela já se aposenta.

Mas não basta ter idade

Se aposentar se intenta.

 

Há mais uma condição:

Cento’e oitenta parcelas

Devidamente quitadas.

E não há choro nem velas,

Tem que ter comprovação

De ter pago todas elas.

 

Por isso a Previdência

É Seguro Social,

Assegura que’o trabalho

Garanta o essencial

Àquele trabalhador

Contribuinte formal.

 

Para os que não têm renda,

Sem salário, sem trabalho,

Que vivem rente’à miséria

Sem teto, sem assoalho,

Sem ter nada que proteja

O seu futuro grisalho,

 

Sociedade’e Estado

Deverão assegurar

Os serviços e programas

Para’a vida resguardar,

Garantindo ao cidadão

Comida e’onde morar.

 

Será a Seguridade,

Diz a Constituição,

Que é paga com impostos

Que’arrecada a Nação,

Recursos de loterias

E bens que vão a leilão.

 

E sairão dessas fontes

A verba para pagar

A’Assistência Social

Que’é quem vai proporcionar

BPC, Bolsa Família

De quem possa precisar.

 

É direito garantido,

Segurança social,

Sendo dever do Estado,

Dever constitucional,

Promover as condições

Pra justiça social.

 

Por isso que a Saúde

Compõe a Seguridade:

Gratuita’,universal,

Integral, com equidade,

Acessível ao cidadão

De qualquer localidade.


No entanto, a Previdência

Dizem que vão reformar.

Setenta anos d’idade,

Há quem tente sustentar.

Para além dos sessenta,

Querem já determinar.

 

E as contribuições

Eles querem aumentar.

Quatrocentos e oitenta,

Se quiser assegurar

O salário integral

Se na idade chegar.

 

Quatrocentos e oitenta

Parcelas de Previdência

Somarão quarenta anos

De trabalho, resistência,

Sem tempo de desemprego,

Sem haver inadimplência.

 

Aposentar por idade?

Provento proporcional,

Comprovados vinte anos

De pagamento mensal,

Rezando para ter forças,

Chegar até o final.

 

Há muito mais do que isso

Qu’estão querendo mudar,

Pois o valor da pensão

Tende a muito minguar;

Seguranças da gestante

Podem se fragilizar.

 

E com esse blá-blá-blá,

Pintam futuro incerto

Para a nossa Previdência.

Com caixa bem encoberto,

Não havendo transparência

Do que afirmam ser certo.

 

A proposta é indecente:

Previdência especial

A todos os militares,

Parlamentar em geral,

Governantes, magistrados…

É muita cara de pau!

 

 

 

Notas:

 

1 – BPC: Benefício de Prestação Continuada. Trata-se de um benefício no valor de um Salário Mínimo mensais ofertado pela Assistência Social e destinado a idosos (a partir de 65 anos) e pessoas com deficiência, desde que comprove renda familiar mensal inferior a 1\4 do Salário Mínimo. Fontehttp://mds.gov.br/acesso-a-informacao/mds-pra-voce/carta-de-servicos/usuario/assistencia-social/bpc

 

 

2 – Bolsa Família: É um programa de transferência de renda executado pela Assistência Social, Sistema Único da Assistência Social (SUAS), destinada a famílias que vivam em situação de pobreza (renda per capita familiar entre R$ 89,01 e R$ 178,00 ) e extrema pobreza (renda per capita  familiar de até R$ 89,00). Os valores pagos a cada família são calculados de acordo com a avaliação da situação de pobreza, número de crianças até 12  anos de idade (considerando o máximo de três por família, número de adolescentes – de 13 a 17 anos de idade- , nutrizes – amamentando crianças de 0 a 6 meses de idade e gestantes. Fonte: http://www.caixa.gov.br/programas-sociais/bolsa-familia/Paginas/default.aspx  

O que você achou desse texto?

Clique nas estrelas para classificar

Media de classificações / 5. Quantidade de classificações:

Luzia

RJ e gosto de Manuel Bandeira.

Deixe um comentário

avatar
Fechar Menu
×
×

Carrinho

%d blogueiros gostam disto: